Pré-Requisitos

 

Os pré-requisitos são condições de natureza física, funcional ou vocacional que assumem particular relevância para acesso a determinados cursos do ensino superior, nomeadamente nas seguintes áreas:   saúde, desporto, artes visuais, música, ...

 

Compete a cada estabelecimento de ensino superior decidir, anualmente, se a candidatura a alguns dos seus cursos deverá estar sujeita à satisfação de pré-requisitos e fixar o seu conteúdo.

 

Nota: A lista de pares estabelecimento de ensino superior / curso, em que são exigidos pré-requisitos em 2014 está disponível no site oficial do acesso ao ensino superior: Pré-requisitos 2014

 

Deliberação n.º 598/2014, de 28/02 - indica os pares curso/estabelecimento de ensino em que são exigidos pré-requisitos e os respetivos regulamentos; calendário de procedimentos

 

Os pré-requisitos encontram-se agrupados (Grupo A, B, …). Se satisfaz o pré-requisito para um dos pares curso/estabelecimento de ensino superior de determinado Grupo, satisfaz igualmente para qualquer par do mesmo grupo. Exemplo: Se satisfaz o Pré-Requisito para a Escola Superior de Saúde de Santarém, satisfaz igualmente para qualquer par do Grupo A.

Na secção "Pré-requisitos por Grupo" pode aceder aos anexos com informação relativa à comprovação, nomeadamente aos modelos de atestado médico, quando exigido

 

Os pré-requisitos destinados simultaneamente à selecção e seriação dos candidatos têm o seu resultado expresso em:

 

a) Apto, com uma classificação numérica na escala de 100 a 200 pontos, a considerar no cálculo da nota de candidatura;

 

         ou

 

b)Não Apto

 

Os pré-requisitos que se destinam exclusivamente à seriação dos candidatos têm o seu resultado expresso numa classificação numérica na escala de 0 a 200 pontos, cujo peso na nota de candidatura pode atingir 15 % no máximo.

 

PRÉ-REQUISITOS QUE IMPLICAM A REALIZAÇÃO DE PROVAS

Grupos C, G, I, K, M, P, R, V, Y e Z

A inscrição para a realização dos pré-requisitos que implicam a realização de provas de natureza vocacional, física ou funcional, decorre de 24 de Fevereiro a 14 de Março nos estabelecimentos de ensino superior que os exigem.

 

A avaliação/ realização destes pré-requisitos decorre de 7 de Abril a 9 de Maio. Realiza-se em duas chamadas. À 1ª chamada devem apresentar-se todos os candidatos que pretendem concorrer, em 2014, a pares estabelecimento/curso que os exijam para acesso aos cursos que leccionam.

 

As instituições podem realizar uma 2ª chamada, se assim o entenderem. A admissão à 2ª chamada está condicionada à devida justificação da falta à 1ª chamada, só podendo ser aceite, pela instituição onde for solicitada, se verificados motivos ponderosos impeditivos da apresentação à chamada anterior. É autorizada a aceitação de novas inscrições de estudantes que não tenham efectuado a inscrição na 1ª chamada, desde que a não tenham efectuado por motivos devidamente fundamentados, a apreciar pelas instituições de ensino superior onde o pedido for apresentado.

 

Os estudantes que desistam no decorrer das provas não podem inscrever-se na nova chamada, excepto se a desistência se dever a problemas de saúde, acidentes ou lesões verificados e devidamente registados pelos elementos do júri. Os alunos considerados não aptos na 1ª chamada não podem realizar a 2ª chamada. A 2ª chamada não pode ser usada para melhoria de classificação.

 

Os resultados obtidos nas provas que constituem os pré-requisitos são comunicados pelas instituições de ensino superior, directamente à Direcção-Geral do Ensino Superior.

 

A satisfação destes pré-requisitos é confirmada através do preenchimento da Ficha de Pré-Requisitos pela instituição de ensino superior em que as provas foram realizadas e entregue ao candidato.

 

Os candidatos indicam obrigatoriamente no formulário da candidatura online, os pré-requisitos realizados, transcrevendo a informação constante da ficha de pré-requisitos emitida pela instituição de ensino superior.

 

 

PRÉ-REQUISITOS QUE NÃO IMPLICAM A REALIZAÇÃO DE PROVAS

Grupos A, B, D, E, F, Q, U e X

Relativamente aos pré-requisitos que não exijam provas de aptidão física, funcional ou vocacional e que sejam de comprovação meramente documental (atestado médico ou auto-declaração), os documentos são entregues pelos candidatos no acto da matrícula e inscrição no ensino superior, no par estabelecimento/curso que os exige, caso ali venham a obter colocação, sendo condição indispensável para a realização da matrícula e inscrição. A emissão destes documentos deve ocorrer no período compreendido entre a data do início da inscrição nos pré-requisitos – 24 de Fevereiro - e a data da matrícula e inscrição no ensino superior.