DGS diz que maus resultados escolares podem ser justificados com saúde mental frágil

03/02/2017 13:16

A Direção-Geral da Saúde (DGS) acredita que “um sofrimento emocional acentuado” é um novo fator que pode explicar o mau aproveitamento dos jovens na escola.

 

A conclusão é de um relatório do Programa Nacional de Saúde Escolar, realizado pela DGS em parceria com a Direção-Geral da Educação, que aponta a saúde mental como “o eixo central da intervenção da Saúde Escolar”.

 

O mesmo estudo revela que “hábitos de sono e repouso, a educação postural e a prevenção de comportamentos aditivos sem substância” são essenciais para a saúde das crianças.

 

Os maus resultados escolares e este novo fator que os pode ajudar a explicar tem sido já uma das áreas com maior intervenção, existe já uma formação especializada em preparar profissionais para desenvolverem “projetos de promoção da saúde mental, orientados por uma tipologia de competências socioemocionais”, explicou a coordenadora do relatório . Consultar relatório

 

Fonte